ETE EBIO

ETE EBIO

É um sistema inovador para o tratamento de esgoto, onde alia tecnologia ambiental e simplicidade operacional. A estação funciona através do método SBR (Reator Sequencial em Bateladas), podendo ser projetado a partir de uma unidade residencial.

COMO FUNCIONA?

A ETE EBIO consiste em dois tanques, onde o primeiro (tanque de acúmulo) tem a responsabilidade de receber e armazenar o esgoto e o segundo tanque (reator SBR) é onde ocorre o tratamento aeróbio. O sistema tem 4 etapas de trabalho:

1- FASE DE CARGA

 O esgoto bruto proveniente das residências, prédios comerciais, pousadas e etc, é armazenado no primeiro tanque, onde parte da carga orgânica total é removida. O efluente é conduzido para o segundo tanque (Reator SBR) através do sistema de elevação hidráulica (airlift).

2 - FASE DE AERAÇÃO

No segundo tanque ocorre o processo de tratamento aeróbio. Nesta fase ocorrem períodos intercalados de aeração seguidos de carência de oxigênio, proporcionando condições ideais para a degradação da matéria orgânica.

3 - FASE DE SEDIMENTAÇÃO

Durante a fase de sedimentação é cessado a aeração e o lodo biologicamente ativo se deposita no fundo do tanque. Forma-se uma zona de efluente tratado na parte superior do segundo tanque.

4 - EXTRAÇÃO DE ÁGUA LIMPA

O efluente tratado é drenado para fora do reator SBR através do “airlift” de maneira que qualquer ocorrência de lodo flutuante na camada de água limpa não seja coletado. Como passo final, o excesso de lodo depositado no reator retorna para o primeiro tanque e o processo inicia novamente.

O sistema é composto por:
  • Um painel de controle responsável pelo comando e programação do sistema;
  • Um conjunto de “airlifts” responsáveis pelas  transferências de efluentes entre os tanques da estação;
  • Membranas de aeração responsáveis pela injeção de oxigênio no efluente;
  • Um compressor de ar responsável por fornecer ar comprimido para todas as etapas do processo.